Ritmo da Tarde

Tiago Fernandes

Cornélio Procópio - PR

Notícias »

Atualizado em 29-07-2021 às 10:00:15

Bombeiros alertam para risco de “morte branca” com a chegada do frio


As frequentes ondas de frio trazem outros perigos além das doenças de inverno. O uso de fontes de calor improvisadas, como latas com carvão ou álcool, e a má regulagem ou instalação de fogareiros e aquecedores a gás podem provocar intoxicação por monóxido de carbono, o que resulta na chamada “morte branca”.

O Corpo de Bombeiros alerta para estes casos que frequentemente são registrados. O improviso para se aquecer pode acabar com o oxigênio do ambiente. O monóxido de carbono produzido por fogareiros a base de álcool ou brasas provoca sono, fazendo com que a pessoa desmaie. Nesse caso, diferente do que acontece com os aquecedores, a vítima não sente cheiro nenhum, o que faz com que ela não perceba que está passando mal. Essa forma de aquecimento não deve ser usada, pois, além da intoxicação, pode provocar incêndios.

“O aquecedor à gás, tanto quando as lenhas de lareiras, pode ocasionar uma queima incompleta e que gera o gás chamado monóxido de carbono. Os aquecedores às gás, se não tiverem bem regulados, no lugar da chama azul pode sair uma chama alaranjada, e a gente orienta para realizar a manutenção e a maneira correta de utilização”, explicou o tenente Thiago Justino.

O tempo até que a vítima morra intoxicada depende do tamanho do ambiente. A primeira medida a ser tomada é ventilar o ambiente e chamar os socorristas.



comente esta matéria »